Empreendedorismo na terceira idade.

Para muitas pessoas, o empreendedorismo é uma exclusividade dos

jovens. Mas, na verdade, pessoas acima de 60 anos reúnem características

ideais para o empreendedorismo. Elas têm menos medo dos riscos

e apostam na realização pessoal ao abrir negócio.

 

O empreendedorismo tem sido um caminho escolhido por brasileiros

da terceira idade como alternativa para ter uma vida mais ativa,

inclusive após a aposentadoria. E o número de idosos empreendedores

tende a aumentar ainda mais. A qualidade de vida destas pessoas está

melhor a cada ano e a terceira idade é ativa, bem diferente dos vovôs

e vovós de antigamente. 

 

Segundo o Relatório do GEM (Global Enterpreneurship Monitor) de 2014,

o crescimento do número de idosos empreendedores no sul do Brasil foi

de 3% em relação ao ano anterior, enquanto jovens entre 18 e 24 anos

empreenderam 4% a menos do que em 2013.

 

A criação de negócios por pessoas na terceira idade ocorre por dois aspectos:

•Oportunidade: a terceira idade é o momento em que há mais tranquilidade,

conhecimento e segurança para se fazer o que se sabe ou o que se gosta, muitas

vezes pela realização de um sonho;

• Necessidade: as condições impostas pelo mercado de trabalho com a priorização

da juventude em detrimento da experiência dos mais velhos ou para completar

a renda obtida com a aposentadoria.

 

12171029_10207546966774392_723526240_o

Confira as dicas que o Sebrae separou para quem quer começar.

 

Busque ajuda: experiência e aptidão são credenciais para abertura de um

negócio, mas não basta para determinar o sucesso do seu empreendimento.

Consulte especialistas para conseguir ajuda no amadurecimento da sua ideia e

de sua viabilidade, além de saber por onde deve começar.

 

Invista em capacitação: o conhecimento e as competências adquiridas

durante a vida profissional devem estar afiados. Isso deve ser valorizado,

mas não pode dispensar mais conteúdo. Por isso, especialize-se na área de

interesse do negócio. Faça cursos, participe de seminários, feiras e exposições.

 

Inove: observe o que há de novidade no mercado para oferecer produtos ou

serviços diferenciados. Inovação implica não só investir em tecnologia, mas buscar

soluções que tornem a sua empresa sustentável.

 

Seja dedicado: investir em um negócio exige determinação em qualquer idade.

Há muitas pessoas com ideias, mas é preciso ter coragem e determinação para

colocá-las em prática. Não ter medo de errar é uma característica de empreendedores

de sucesso.