Sua empresa vai bem? Fique atento aos indicadores.

Você acorda todo dia cedo e dedica as 24h do seu dia para que o seu negócio dê certo. Procura ser sensato com clientes e equipe, aguenta a enrolação dos fornecedores e tem satisfação em ver seus produtos/serviços tendo saída. No final do mês, aperta aqui, entra dinheiro aqui, sai ali… mas será que sua empresa vai bem mesmo?

É preciso ser sincero e autocrítico com seu negócio neste momento. Analise cada um desses pontos para tirar uma conclusão sobre o que pode ser melhorado:

Ticket médio

O “ticket médio” é o valor que seus clientes gastam, em média, com seus produtos e serviços em uma compra. Com esta análise já é possível perceber se o negócio está dando lucro ou prejuízo.

Podemos exemplificar com um ticket médio de cem reais. Você ganha R$100 em uma venda. Este valor acaba sendo o mesmo para a produção do produto e seu marketing, sem contar o atendimento e a parte administrativa. Então este ganho não é tão bom assim. Possivelmente está perdendo dinheiro.

 

Vendas bem-sucedidas

Seu “ticket médio” diz respeito apenas as vendas bem sucedidas. Já este indicador mostra a visão geral das vendas, incluindo as pessoas que entraram na loja e não compraram.

De todas as pessoas que entram em seu estabelecimento no período de um dia, quantas fecham negócio?

Esta análise vale também para perceber qual abordagem funciona melhor para o seu tipo de público.

 

Reclamações

O indicador de insatisfação também deve ser levado a sério. Você precisa levantar as queixas e analisar a melhor forma de resolvê-las.

 

Rotatividade de colaboradores

Este indicador de produtividade costuma não receber a atenção que merece. Fique atento!

Cada funcionário que sai de sua empresa leva com ele o tempo de experiência e habilidades do período que exerceu sua função. Assim como os novos colaboradores requerem atenção especial e demandam investimento financeiro e de tempo para aprenderem suas funções da forma adequada.

 

Crescimento do Faturamento

Compare o crescimento financeiro da empresa mês a mês com o anterior. O ideal é seguir uma planilha para ter todos os dados anotados. Para que uma empresa seja considerada estável deve crescer na mesma proporção da inflação acumulada no mesmo período. Assim consegue manter seu patamar. Crescimentos acima da média indicam que você já conquistou seu espaço no mercado.

 

Saldo de caixa

A lucratividade indica qual o percentual sobre a receita a empresa obteve de lucro, mas não necessariamente essa lucratividade estará disponível em caixa. Por isso é importante estar atento, além da lucratividade da empresa, sua disponibilidade de caixa ao final de cada mês. Esse acompanhamento deve se ater não só aos meses passados (realizados) como também às previsões de caixa futuras. Crie tabelas!