Oportunidade na crise: empreendedor desempregado abre rede e fatura R$3,5 mi

Luis Belentani perdeu o emprego em 2014, com o dinheiro da rescisão mais o valor da venda de uma moto conseguiu juntar R435 mil reais. Com este dinheiro viu uma oportunidade na crise e preferiu abriu seu próprio negócio: a Tia Sô Minidelícias, localizado em São José do Rio Preto (438 km a noroeste de São Paulo). Só no ano passado o empreendedor faturou R$ 3,5 milhões (não revelou o valor do lucro).

A fábrica, que hoje produz até 500 mil unidades por dia, é especializada em quatro artigos: coxinha, quibe, bolinha de queijo e churros. A receita de família vem da mulher de Luis, Solange, que também é sua sócia.

Em 2015 a empresa virou franquia e hoje dispõe de 41 lojas espalhadas pelas cidades de São Paulo, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais. São 186 funcionários diretos e indiretos.

 

Quais os valores da franquia?

Investir em uma franquia pode ser mais assertivo do que manter o capital parado em um investimento de baixo risco. Veja os valores envolvidos:

Investimento inicial: valor mínimo de R$ 60 mil (o valor inclui capital de giro, taxa de franquia e custo de instalação)

Faturamento médio mensal: a partir de R$ 20 mil

Lucro médio mensal: aproximadamente R$ 5.000 (25% do valor do faturamento)

Retorno do investimento: cerca de12 meses

 

Oportunidade na crise

Segundo Henrique Romão, consultor do Sebrae-SP, apostar no setor alimentício em tempos de crise pode ser uma boa opção, visto que existem diversas oportunidades de desenvolvimento de produtos para o mercado:

“Geralmente, acaba sendo uma das primeiras opções que as pessoas avaliam quando perdem o emprego ou querem mudar de área.”.

Porém, Romão alerta para a grande concorrência, e afirma que a empresa precisa estar preparada para investir em marketing e na construção de sua imagem.

E você? Quer abrir seu próprio negócio ainda em 2017? Entre em contato que ajudamos em seu planejamento para que pague menos impostos.