Conheça a história do negócio que começou na garagem e hoje vale R$ 50 milhões.

Alberto Fujita, Henrique Mengue, Ivan Correa e Mauricio Correa começaram a empreender na garagem de suas casas. Na época, Correa tinha apenas aos 17 anos de idade. O interesse dos jovens pela programação fez da EZ Commerce um grande grupo de soluções para lojas virtuais. Hoje, como DCG, a empresa é avaliada em 50 milhões de reais com mais de 600 clientes.

O começo de Correa

Interessado, Correa observada a forma como o irmão mais velho lidava com a tecnologia.

“Eu sempre ficava ao redor deles e acabei conhecendo esse mundo. Insisti com o meu pai para termos um computador quando tinha 15 anos de idade”.

“Comecei a navegar na internet e quis abrir meu próprio site. Aprendi HTML, participei de fóruns e comecei a fazer trabalhos freelancer para ganhar algum dinheiro.”

De autônomo, foi estagiário em empresas de servidores e agências digitais. Por fim caiu no dilema entre continuar os estudos ou se dedicar por completo em empreender, optando então pela garagem.

“Busquei depois a formação no ensino médio, mas não tenho formação acadêmica superior além de um curso de gestão operacional. Entrei com tudo no mundo dos negócios. Até hoje não tenho nada na minha carteira de trabalho”.

Para o início da EZ Commerce cada sócio tinha 2 mil reais para se manterem enquanto não geravam lucros.

Após seis meses, a garagem ficou pequena e foi hora de alugar uma pequena sala, de 20m² que também seria deixada de lado após o primeiro grande cliente. Hoje, são 120 funcionários ocupando o prédio da empresa. Seus clientes vão de Bibi Calçados até Track and Fiels, e até o fim do ano a empresa busca crescer 35%, com faturamento de 157 milhões de reais.

“Eu acho que nossos diferencial para estarmos há dez anos no mercado e termos clientes de expressão mundial é termos uma veia comercial forte, fazermos parcerias com muitas empresas e termos vários sócios de perfil técnico. Além de, é claro, estar no lugar certo na hora certa.”

Caso você queira também aumentar seu número de vendas, leia este e-book especial que preparamos: Funil de vendas na prática.