Não trate seu negócio como hobby

Desde pequenos nossos pais ensinaram a procurar fazer o que amamos, principalmente no trabalho. A realidade de quem está empregado hoje em dia é bem diferente dos sonhos de criança. Muitas pessoas estão insatisfeitas com suas escolhas e carreiras. Em meio a esta insatisfação existe outro erro: tratar o negócio como hobby. Pode trazer satisfação, mas em muitos casos não gera dinheiro.

Como Jill Hart descreve,

“Administrar um negócio é um trabalho árduo e é preciso perseverança e determinação. Se você se aproximar seu negócio como um hobby que faz você ganhar um pouco de dinheiro, provavelmente nunca será nada mais do que isso. “

1. Comprometa-se.

Administrar um negócio não é algo que pode ser feito com atitudes casuais e negligentes. Também não é algo que para se dedicar apenas em seus tempos livres, quando se sente inspirado. É preciso estar completamente comprometido com seu negócio e focado em impulsionar seu sucesso.

Então você vai me dizer: “Mas, e se eu estiver apenas começando e precisar dividir o tempo entre meu negócio e meu trabalho registrado?”. Isso é completamente compreensível. Porém, enquanto estiver trabalhando em seu negócio à noite e nos fins de semana, precisará fazer mais do que apenas se interessar por ele. Ele deve ser mais do que algo paralelo.

2. Defina metas.

O objetivo por trás de um negócio é muito diferente do propósito de um hobby. Hobbies são divertidos e prazerosos. Mas, como negócio, é preciso ter um objetivo ao qual se almeja atingir. Existem uma visão inicial e uma ambição para crescer.

Se você quer que seu negócio dure, não pode simplesmente seguir o fluxo. É preciso ter uma estratégia para onde sua empresa irá e como você chegará lá. O que está tentando realizar? Se estiver apenas levando a vida, o que você fará para gerar receita? Como o seu processo funcionará?

3. Trabalhe duro.

Em seu discurso de formatura em Stanford em 2005 , o fundador da Apple, Steve Jobs , disse:

“Seu trabalho vai ocupar uma grande parte de sua vida, e a única maneira de ficar realmente satisfeito é fazer o que você acredita ser um ótimo trabalho. E fazer um ótimo trabalho é amar o que se faz “.

Em um mundo perfeito, todos nós amamos nosso trabalho todos os dias. Mas a realidade é que não estamos fazendo o que amamos todos os dias – mesmo que seja a nossa carreira perfeita. Administrar um negócio envolve mais do que apenas diversão. Você precisa estar preparado para de vez em quando fazer algo que provavelmente não ame, como pagar contas, fazer ligações telefônicas e talvez gerenciar uma equipe.

4. Concentre-se no lucro.

A principal diferença entre um negócio e um hobby? Dinheiro. Como especialistas em sucesso de clientes, Don Peppers e Martha Rogers escreveram em seu livro

“Se você não tem clientes, não tem um negócio. Você tem um hobby”.

Se está apenas começando, talvez ainda não tenha uma receita estável, então esse deve ser seu objetivo. Seu negócio não é realmente um negócio até que comece a lucrar. Para garantir a longevidade, a empresa deve ser algo que você possa ganhar dinheiro por muito tempo.

5. Conheça o seu valor.

Empresários de sucesso sabem em que são bons – e em que não são. Às vezes, o que você ama e o que faz de bom são duas coisas muito diferentes. Caso não seja bom em alguma coisa, não há como transformá-lo em um negócio.  Muita gente gosta de cantar, por exemplo, mas ninguém vai me pagar para ver eles fazendo isso.

Pense na necessidade que o mercado tem naquilo que você faz de melhor. Um gamer pode não ser muito útil jogando, mas pode ser um excelente escritor de blog especializados, por exemplo.

Para ser bem sucedido, você precisa encontrar a intersecção entre o que você é bom, o que ama e o que as pessoas precisam. Quando encontrar algo que supra as três coisas, encontrou o ouro.

 

LEIA TAMBÉM:

10 características de pessoas de sucesso

4 razões para ser autêntico que podem ajudá-lo a ter sucesso em sua carreira