Governo pretende reduzir impostos para importados na área de TI

Recentemente o presidente Jair Bolsonaro utilizou o Twitter para divulgar que o Governo estuda a possibilidade de reduzir em 12% (de 16% para 4%) os impostos sobre importação de produtos da área de TI, tais como computadores e celulares.

De acordo com o presidente, a medida visa estimular a competitividade e inovações tecnológicas, mas a população também teria acesso a bens tecnológicos melhores a mais baratos.

A mudança faz parte da abertura comercial divulgada durante a campanha eleitoral em 2018 e, para que isso aconteça, é necessário que a Câmara de Comércio Exterior (Camex) solte uma nova resolução para reduzir as alíquotas de importação de bens de capital, informática e telecomunicações quando existir um produto nacional que seja similar.

De acordo com informações divulgadas na Folha de São Paulo, a ação está pronta e aguarda aprovação de Paulo Guedes, ministro da Economia, que está esperando a aprovação da reforma da Previdência.

Uma vez que a alteração enfrentaria resistência por alguns setores de indústria, pois reduzir impostos sobre importação pode fortalecer a indústria internacional em detrimento da nacional, Guedes acredita que a banca defensora da indústria local vote contra a reforma da Previdência como forma de retaliação, e por isso atrasará a aprovação da medida.

Você também pode assinar nossa newsletter para receber nossas atualizações e ler mais notícias como essa.