Casal empreendedor fica milionário criando plano de saúde acessível

O brasileiro sofre quando o assunto é saúde. O sistema público não consegue atender de forma adequada, e os planos particulares possuem valores acima do que se pode pagar. Foi observando esta deficiência no mercado que Antônio Carlos Brasil e sua esposa Cristiane Dittman encontraram uma grande oportunidade.

O casal, que trabalhava 10 anos no ramo, largou tudo e decidiu empreender. Começaram a estudar em 2002 um novo sistema de saúde, e em 2006 abriram sua primeira unidade na cidade de Colombo (PR). Com valores muito abaixo da sua concorrência, a Acesso Saúde conseguiu ganhar 26 milhões de reais em 2016.

“Nós investimos só R$ 12 mil. De 70 médicos que convidamos, só 22 aceitaram. Foi um grande desafio porque as pessoas não entendiam a proposta do negócio”, diz Antônio.

Seus serviços são consultas médicas e exames laboratoriais, que começaram com o valor de 35 reais. O negócio cresceu e hoje são 25 sedes com atendimento de qualidade e valor médio de 70 reais por consulta. O laboratório não fica de fora, um exame de sangue sai por 4 reais, e a ressonância magnética 700 reais. Certas unidades ainda têm dentistas e ortodontistas.

Os médicos também são beneficiados, eles ficam com 50% do valor pago pelos pacientes. Este valor fica muito acima do que é usualmente repassado pelos planos de saúde.

A meta da empresa é de chegar a 50 unidades até o fim de 2017 e 100 unidades até 2018. Mas como nada é fácil nesta vida, ainda falta quebrar o tabu de que preço baixo não é sinônimo de qualidade.

Quer receber no seu e-mail histórias como esta? Assine aqui na lateral do site o nosso blog!