6 mitos que podem prejudicar o jovem empresário

Qual é a principal diferença entre empreendedores com um lançamento bem-sucedido no primeiro ano e aqueles que lutam além das expectativas sem resultados? Não surpreendentemente, é a sua mentalidade.

Certamente, os primeiros 12 meses de uma startup estão repletos de desafios. O que muitos esquecem é o poder de suas crenças pessoais e o desafio de fugir da auto limitação. 

1. Você está perdendo dinheiro se viajar a negócios.

Viajar a negócios ajuda a expandir sua rede de potenciais investidores, clientes, funcionários e fornecedores. Claro, seu orçamento pode ser apertado, mas isso não é uma desculpa para ficar atrás de sua mesa de trabalho. Um relatório da National Small Business Association revela que  31%  das empresas pesquisadas usaram cartões de crédito para financiar seus negócios no ano passado, por isso faz sentido escolher um cartão que compense sua empresa com milhas. 

2. O universo está conspirando contra você.

Você já se sentiu como se o mundo estivesse contra você? Barreira e mais barreira surgindo do nada para impedir o progresso em direção ao seu objetivo final. Enquanto isso, seus concorrentes aparentemente seguem sem problemas. Muitas vezes acabamos sendo nós mesmos que colocamos estes obstáculos sem perceber.

Consciência é a chave, então em vez de dar desculpas, escreva novas metas para se manter motivado. Aceite a responsabilidade dos seus fracassos e identifique quais obstáculos estão sob seu controle. Isso ajudará a evitar que você se torne seu pior inimigo com decisões de auto-sabotagem.

3. Você é o chefe, então está sozinho.

Você pode ser o chefe, mas não vai conquistar nada se esconder seus sonhos e guardá-los só para si. Em vez disso, compartilhe-os com os outros para que não se sinta sozinho. Conversando você pode encontrar a sua tribo.

Aproveite os recursos disponíveis, trabalhe em coworkings, vá a eventos, participe de comunidades de empreendedores e CEOS.

4. Sem um grande investidor sua startup não irá decolar.

76% dos empresários dependem de seu próprio dinheiro para manter seu negócio funcionando. Além disso, 83% dependem de uma pequena ajuda, emocional e / ou financeira, de seus amigos e familiares.

Pode ser difícil encontrar investidores, especialmente se você está vendendo algo novo ou inexperiente. Comece procurando ajuda de quem é próximo.

5. Você tem que reinventar a roda.

Destacar-se como uma marca significa superar os concorrentes em seu mercado. Talvez isso signifique identificar uma fraqueza onde os clientes não estão satisfeitos com as ofertas atuais. Isso pode significar implementar uma nova tecnologia que diferencie sua empresa das demais. Não precisa reinventar a roda ou inventar um produto/serviço totalmente novo para fazer isso.

Pense no Google e no Facebook. O Google superou outros mecanismos de pesquisa que vieram antes dele, aprimorando suas falhas. Da mesma forma, o Facebook tomou o espaço de mídia social em uma direção emocionante. Agora, ambos valem bilhões. Se você tem uma boa ideia, mas existem concorrentes, não desista. Em vez disso, faça sua lição de casa para descobrir como seu produto pode se posicionar de uma maneira melhor no mercado.

6. Seu plano financeiro é o único que realmente importa.

Em vez de se preocupar em segurar o dinheiro, pense que todo investimento em sua empresa pode trazer um retorno muito maior. Um plano de mídia social, por exemplo, pode ter um impacto enorme no desempenho de sua empresa.

Você sabe que precisa divulgar suas soluções nas mídias sociais, mas não espere lançar alguns tweets ou posts e encerrar o dia. As plataformas sociais são formas essenciais de comunicar suas mensagens e devem fazer parte de um mix de marketing abrangente. Estabeleça metas com base em suas personas alvo e desenvolva um sistema para educar e rastrear respostas. Caso contrário, você está deixando muito a desejar.

O primeiro ano da sua startup pode não ser fácil, mas você precisa ser duro na queda. 

LEIA TAMBÉM:

4 razões para ser autêntico que podem ajudá-lo a ter sucesso em sua carreira

Conheça a regra das 5h usada pelos maiores empreendedores do mundo