Turbinar sua semana com 12 lições de grandes empreendedores

Selecionamos 12 lições de alguns dos grandes empreendedores brasileiros para melhorar ainda mais o seu negócio.

Ouvir experiências, ideias, vivências e lições dos outros é sempre válido, principalmente para o crescimento próprio, ou até mesmo para quem está iniciando a sua empresa. Por isso é importante ficar de olho nessas dicas que foram mencionadas no último CEO Summit organizado em Outubro pela Endeavor.


1.A lição de Claudia Sender, CEO da TAM é que se deve OUVIR MAIS:

“Se você quiser e souber como fazer, nada é impossível. A história está aí para mostrar. Eu acho que reconhecimento é sempre bacana, mostra que a empresa está no caminho certo. Mas tem que tomar cuidado. A gente para de ouvir quando começa a acreditar que tem mais que outros. Isso nos torna obsoletos e velhos. Aí a gente para de se reinventar”.

2.Alexandre Ostrowieck, CEO da Multilaser, acredita no FAÇA PELO FAZER.

“Você faz pelo fazer, pela paixão de tirar uma ideia do papel, energizar uma equipe para comprar sua ideia e fazer aquilo com você. Isso é o que me motiva”

3.Guilherme Leal, da Natura, julga que deve-se SER INSATISFEITO.

“Ser um empreendedor é não se conformar com a situação. Não é só querer montar um negócio lucrativo, mas ajudar a construir a felicidade, tanto para sua família quanto para a comunidade ao seu redor. Empreender é ter uma eterna insatisfação, curiosidade e desejo de transformar situações”

4.Bernardo Ouro Preto, CEO da Eataly e de mais outros dois empreendimentos menciona que um dos segredos de sucesso que ele tem é seu otimismo de que as coisas sempre vão dar certo, destaca o papel essencial do planejamento e que NÃO SE DEVE TER PRESSA.

“Os grandes empreendedores que conheci planejaram seus projetos de forma racional, mas uma vez que a ideia sai do papel, eles abraçam aquilo, têm completa crença de que o negócio vai virar. E passam anos acreditando e trabalhando para dar certo. E uma hora dá. Foi assim comigo: sem pressa, um pé na frente do outro até o sucesso”

5. Guibert Englebienne, cofundador e CTO da Globant, é essencial ACREDITAR NA SUA EQUIPE, pois você depende dela para poder fazer as coisas.

“Tudo é possível quando nos juntamos. Se existe na sua equipe alguém com uma cultura de resolver qualquer problema que aparece, ele anima a todos. É um processo de união”

6.Julia Harts, fundadora e CEO da Eventbrite foca em estar apto a MUDANÇAS.

“As empresas preservam suas culturas demais. Hoje o mundo muda de maneira muito rápida, e a cultura da empresa deve mudar também.”

imagens_B

7.Para Jorge Gerdau, da Gerdau, é necessário TER PROPÓSITO  

”O empreendedor tem que ter propósito. Eu sempre digo que uma empresa não basta ser economicamente sustentável, tem que ser politicamente, culturalmente e ambientalmente.”

8.O sócio-fundador da Natura, Pedro Passos acredita que INOVAR é a solução:

“Não esperem a crise passar para empreender. Inovem e busquem as soluções. Todos os empreendedores deste país já passaram por crises. Pode até atrapalhar um pouco, mas não impede que vocês de construírem suas empresas”.

9.Flávio Rocha, CEO da Riachuelo, acredita que uma empresa necessita ter uma VISÃO GLOBAL de toda e qualquer situação: 

 “As decisões, sejam na transportadora ou na produção de tecido, são avaliadas de acordo com o impacto global para o negócio. Essa foi a forma que nossa empresa conseguiu se reinventar”.

10.O diretor executivo da Magazine Luiza, Frederico Trajano, foca em ENXERGAR O FUTURO.

“Minha missão a empresa é integrar as lojas físicas e a online. Na minha opinião, a loja do futuro será um centro de distribuição e um centro de experiência.”

11.O fundador das redes Bioritmo e Smartfit, Edgard Corona, acredita que NADA É PARA SEMPRE.

“Sou adepto da cultura da reinvenção(…) O segredo para se reinventar passa por entender que o erro faz parte do aprendizado, montar uma equipe jovem e criativa disposta a ousar e ‘horientalizar’ todos os processos”

 

imagensC

12.E para finalizar, Constantino de Oliveira Jr., presidente do conselho da Gol, menciona que FAZER A DIFERENÇA é essencial.

“Fazer diferença é essencial não só para se destacar em meio a concorrência, mas também para criar uma conveniência que efetivamente faça a diferença no dia a dia do cliente”.